Locadoras podem ficar sem veículos no final do ano após retomada de turismo

Depois de tanto tempo em casa, viajar é a melhor opção. No entanto, as locadoras podem ficar sem veículos no final do ano devido à alta demanda e pouco estoque.

Apesar de terem sido dias difíceis, alguns setores conseguiram sobreviver no mercado. Um fato curioso é que as locadoras podem ficar sem veículos no final do ano, uma vez que esse setor já está retomando suas atividades.

A demanda crescente veio não só pelos descontos oferecidos nos meses de novembro e dezembro, mas pela retomada do turismo em diversos locais do país.

Mesmo com a volta de alguns setores, o Coronavírus ainda continua infectando a população, dessa forma, se faz necessário que todos os cuidados sejam redobrados.

Por esse motivo, a contratação de seguros é um item indispensável para a retomada, seja em questão de trabalho ou para lazer.

Fim de um sonho: locadoras podem ficar sem veículos no final do ano

Ter o carro próprio é, de maneira geral, o sonho de consumo de inúmeros brasileiros. Ter a independência de poder sair e voltar nos horários que lhe convém, sem depender de transportes públicos ou privados, é algo indescritível.

Mas, o momento no qual estamos vivendo pode não ser o ideal para a realização desse sonho. Dessa forma, para continuar tendo independência, muitos optam pelo aluguel do veículo.

A procura por carros alugados anda crescendo significativamente nesses últimos vezes do ano. De acordo com Paulo Miguel Junior, presidente da Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (ABLA), a demanda está maior que os estoques.

Devido a pandemia ocasionada pelo Coronavírus, as montadoras acabaram diminuindo a produção. Consequentemente, se uma locadora solicitar 150 mil veículos, só receberá algo em torno de 80 mil das fabricantes.

Mesmo com muitos pedidos sendo feitos pelas locadoras, as fabricantes estão demorando ainda mais para realizar as entregas, afinal, ainda existem restrições a serem tomadas.

Por exemplo, antes da pandemia, o tempo de entrega normal era algo em torno de 30 dias. Mas agora há uma espera que varia de 90 a 180 dias.

Como as locadoras podem ficar sem carro no final do ano, é preciso que exista um planejamento antecipado. Caso esteja planejando viajar nesse período, será necessário correr contra o tempo.

Afinal, já estamos no início de dezembro, e a data para a virada do ano se aproxima cada vez mais. Agora, é bem possível que até o Natal a demanda aumente ainda mais, fazendo com que não tenham mais veículos disponíveis.

Viajar com um carro alugado é seguro?

Assim como o carro próprio, os de aluguel também podem sofrer colisões e outros tipos de acidentes.

Com isso, é de extrema importância a contratação de um seguro no momento em que estiver efetuando o aluguel de um veículo.

Final de ano é uma época excelente para viajar e conhecer outros lugares, porém, tudo fica ainda melhor quando sabemos que estamos em segurança.

A própria locadora oferece ao seu cliente diversas opções de coberturas de seguro a serem compradas no momento em que esse está alugando o veículo.

Mesmo tendo um custo adicional, o seguro para carros alugados é um item indispensável para uma viagem, afinal, caso algo venha a ocorrer, será o cliente quem se responsabilizará por todos os custos.

Tendo em vista que muitas pessoas não adquirem o seguro, as locadoras agora inserem tal benefício já incluso dentro do valor total.

Os estoques estão cada vez mais limitados nas grandes cidades. Mesmo que você resida em pequenos municípios, busque logo garantir o seu, pois, caso demore ou espere para a semana final, poderá ficar sem nenhum veículo disponível.

Caso os carros para aluguel não estejam mais disponíveis, as outras opções indicadas são excursões e bate e volta com empresas especializadas em turismo.

No entanto, essas opções só devem ser escolhidas caso a primeira não venha a ser concretizada, afinal, trata-se de aglomeração.

As locadoras podem ficar sem veículos no final do ano, mas isso é um ponto bastante positivo para o setor. Para que não perca a sua chance, é possível fazer cotações online em sites das melhores empresas.