Programas da Secretaria da Agricultura estimulam as agroindústrias familiares gaúchas

O Feaper (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais), programa da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) que operacionaliza financiamentos das políticas públicas da agricultura familiar, disponibilizou no ano de 2020 o valor de 4 milhões e 759 mil. Destes, 2 milhões e 895 mil foram destinados para projetos das agroindústrias familiares, como aquisição de equipamentos e construção/reforma de espaços. A destinação dos recursos foi definida através da Consulta Popular.

Até novembro do ano passado, foram 131 pareceres favoráveis, todos vinculados ao Programa Estadual da Agricultura Familiar (PEAF). Nove projetos não foram efetivados. O PEAF visa facilitar a implantação e legalização das agroindústrias familiares através de linhas de crédito com juros mais baixos.

“Os dois programas juntos, conectados, estimulam a permanência do homem no campo com a implantação de agroindústrias familiares, gerando renda e empregos no setor rural”, destaca Maluza Machado, chefe da Divisão de Organização de Agroindústrias Familiares da Secretaria da SEAPDR.

Cinquenta e oito municípios foram contemplados com os recursos. “Agora, a partir da aprovação, será feita a contratação e posterior execução dos projetos”, afirma Maluza. Os projetos apoiados pela Secretaria da Agricultura foram propostos por agricultores, cooperativas e associações de agricultores familiares do Rio Grande do Sul.

Créditos – SEADPR RS