Programa de intervenção multicomponente avalia aptidão física de adolescentes

0 0
Read Time:1 Minute, 18 Second

 

A mestranda do Programa de Pós-graduação em Promoção da Saúde da Unisc – Mestrado e Doutorado (PPGPS), Letícia de Borba Schneiders (foto), desenvolveu um estudo de intervenção com adolescentes com sobrepeso e obesidade do município de Santa Cruz do Sul. Sob orientação da professora Cézane Priscila Reuter e co-orientação da professora Jane Dagmar Pollo Renner, a dissertação faz parte do projeto Obesidade em escolares da educação básica: um estudo de intervenção interdisciplinar – Fase III. Através do estudo, foram investigados os efeitos de um programa de intervenção multicomponente sobre a aptidão física aeróbia e muscular, composição corporal e biomarcadores da insulina de adolescentes com sobrepeso e obesidade, com a colaboração de outras instituições, como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal do Cariri (Ceará), Universidad Pablo de Olavide (Espanha) e Universidad de Los Lagos (Chile). 

O programa de intervenção multicomponente teve duração de seis meses, com sessões de exercícios físicos (modalidades esportivas, circuitos funcionais, atividades recreativas e aquáticas) realizadas três vezes por semana, e sessões de acompanhamento nutricional e psicológico realizadas uma vez por semana. Participaram 37 adolescentes, sendo que 20 integraram o grupo controle (não participaram do programa interventivo) e 17 integraram o grupo experimental (participaram do programa interventivo).

Após o programa de intervenção multicomponente, adolescentes que participaram da intervenção reduziram a gordura corporal e a razão cintura/estatura e aumentaram os níveis de aptidão cardiorrespiratória. Não foi observada melhora nos biomarcadores da insulina, supondo que essas variáveis (HOMA-IR, insulina, glicose e resistina) demonstram-se mais resistentes a modificações.

– Saiba Mais!

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %