Tarifa do transporte público tem novo valor a partir desta terça-feira

0 0
Read Time:2 Minute, 18 Second

Nesta terça-feira, 1º/06, entrou em vigor o decreto 12.109/2021, que fixa novo valor para a tarifa única de transporte coletivo urbano de Lajeado. O valor passará de R$ 5,00, sendo que o usuário pagará R$ 4,50 e a Prefeitura pagará R$ 0,50 à empresa por cada passagem utilizada a título de subsídio. O reajuste do valor da passagem se dá em razão da queda de demanda do transporte público em decorrência da pandemia do coronavírus e da necessidade de manter os serviços, que hoje são prestados pela empresa Expresso Azul. Para conferir o decreto 12.109/2021, clique aqui

 

A Prefeitura de Lajeado, com o objetivo de preservar a prestação de serviços, analisou o cenário atual do transporte público coletivo municipal.  Foi constatado que a empresa Expresso Azul sofreu impactos diretos das restrições de mobilidade, principalmente no número de passageiros. No edital da licitação, por exemplo, estavam previstos 167.571 passageiros por mês. Conforme levantamento feito entre julho de 2020 e março de 2021, foram contabilizados 67.795 passageiros pagantes efetivos por mês, correspondendo a 40% do previsto inicialmente. Além disso, outro dado que foi observado foi o aumento do custo dos insumos básicos. O valor do óleo diesel, responsável por mais de 20% do custo operacional, teve aumento de cerca de 20% desde a tarifa base calculada no edital.

 

Para amenizar os impactos da alta no valor da passagem, que inviabilizaria o transporte público municipal, tanto para os usuários quanto para a concessionária, o município irá conceder um subsídio em cada passagem, durante o prazo de seis meses. Assim, a partir desta terça-feira, 1º/06, o valor da passagem passou de R$ 3,90 para R$ 5,00, com subsídio do município de R$ 0,50 em cada passagem. Ou seja, o usuário passará a pagar R$ 4,50 na passagem em vez de R$ 3,90, e os R$ 0,50 restantes serão custeados pelo município.

 

Após a estabilização da pandemia, será feita nova análise buscando avaliar a nova realidade e buscar ajustes para que o sistema seja sustentável sem subsídios e isenções. 

Créditos: Assessoria de Imprensa PML

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %