PPG em Enfermagem coordena pesquisa voltada à saúde de adolescentes e jovens

0 0
Read Time:2 Minute, 3 Second

O PPG em Enfermagem desenvolveu uma pesquisa estratégica que teve como objetivo a formulação da linha de cuidado à saúde integral de adolescentes e jovens de Porto Alegre. O estudo foi financiado pelo Edital PPSUS/Fapergs/MS/SES/RS.

A professora do PPG em Enfermagem, Rosangela Barbiani, conta que a pesquisa ouviu adolescentes, jovens, educadores e líderes comunitários sobre as necessidades de saúde em seus territórios. “Os profissionais de saúde da atenção primária e da atenção especializada participaram de grupos focais indicando as necessidades de articulação das informações e fluxos de atendimento na rede“.

A professora explica que a pesquisa foi uma demanda da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre – SMS, uma vez que a cidade não contava com uma política de saúde específica para este segmento populacional. “Adolescentes e Jovens representam aproximadamente 20% da população da capital, em torno de 300.000 pessoas, portanto, parcela significativa em termos epidemiológicos e demográficos”.

Rosangela afirma que a adolescência é a fase do desenvolvimento humano mais saudável da vida e o melhor momento para investir em esforços de proteção e promoção da saúde. “Em termos de prevenção, 70% das mortes evitáveis de adultos por doenças não transmissíveis estão vinculadas a fatores de risco que começam na adolescência.

Por outro lado, segundo a professora, há pouco investimento das políticas públicas. “Existem muitas barreiras para o acesso e acolhimento na rede de atenção primária à saúde, o que se reflete nos indicadores de saúde preocupantes dessa população, em especial frente às violências, à saúde mental, aos óbitos precoces e evitáveis por causas externas e Infecções sexualmente transmissíveis”, conta.

Com a pesquisa, foram desenvolvidos os seguintes materiais:

    • Relatório: Diagnóstico Situacional-Saúde de Adolescentes e Jovens de POA.
    • Documento: Linha de Cuidado – Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens, com ênfase nos agravos de gravidez precoce e morbimortalidade de adolescentes e Jovens.
    • Sistematização das informações para o acesso, acolhimento e atendimento de adolescentes e jovens na rede de atenção.
    • Criação de um repositório específico para a Saúde de AJ, na Biblioteca Virtual da Atenção Primária (BVAPS) da SMS, para postagem do material.
    • Desenvolvimento de material educativo (impresso e digital) para comunicar aos adolescentes, jovens, profissionais, serviços e comunidade em geral sobre os direitos à atenção à saúde, desde o acesso até as demandas específicas por temáticas de relevância, identificadas pela pesquisa.

Participaram também do estudo a Universidade Federal de Santa Maria – UFSM e a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA.

– Saiba Mais!

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %