Prefeitura de Lajeado e Hospital Bruno Born têm aval e vão solicitar criação de nova UTI Pediátrica para região

0 0
Read Time:3 Minute, 30 Second

Uma reunião virtual realizada na tarde desta segunda-feira resultou no aval ao município e ao Hospital Bruno Born para que solicitem a criação da nova UTI Pediátrica para a região. O encontro solicitado pelo município contou com a presença do prefeito, Marcelo Caumo, da vice-prefeita, Gláucia Schumacher, do Secretário Municipal da Saúde, Cláudio Klein, do diretor executivo do Hospital Bruno Born, Cristiano Dickel, e também do Senador Luis Carlos Heinze, do Secretário Executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, da Técnica da Coordenação de Atenção Hospitalar e Domiciliar do Ministério da Saúde (MS), Claudia Cristina, e da Diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Lisiane Fagundes.

 

Cristiano falou do interesse do hospital em instalar uma nova UTI Pediátrica após a antiga estrutura ter sido fechada no final de junho em razão de ser uma UTI mista, que atendia pacientes neonatais e pediátricos – situação não mais permitida pela legislação.

 

– Nosso objetivo é reformar uma área que está desocupada no hospital para transformá-la em uma UTI Pediátrica que atenda a legislação, podendo ter de 8 a 10 leitos e apta a atender pacientes de toda a região. Acreditamos que, uma vez aprovado o projeto, podemos executar o projeto em até seis meses – disse Cristiano na reunião.

 

De acordo com Lisiane, representando a SES, o Estado tem interesse em aprovar estes leitos, uma vez que há necessidade deste tipo de atendimento na rede. Para isso, segundo ela, basta o município e o hospital inscreverem o projeto de criação da nova UTI, informando os recursos necessários para a obra e os equipamentos. Após avaliação da SES, que inclui análises técnicas. documentais e questões sanitárias e de adequação dos espaços, o Estado aprova a demanda e encaminha o processo para solicitar a habilitação dos leitos pelo MS. O ministério avalia a demanda para então aprovar o pedido de inclusão dos leitos no sistema do SUS para custear sua manutenção.

 

– Foi uma reunião muito produtiva em que tanto Secretaria Estadual da Saúde quanto Ministério da Saúde concordaram com a necessidade de termos estes leitos em nossa região. Desta forma, vamos encaminhar os pedidos o quanto antes para que possamos voltar a contar com este serviço no menor prazo possível. Ficamos muito felizes e aliviados por poder encaminhar este atendimento que é para as nossas crianças – disse o prefeito Marcelo Caumo.

 

Conforme o projeto preliminar do HBB, a instalação da nova UTI Pediátrica tem um custo estimado de R$ 1.750.000,00 para as obras de reformulação do espaço, outros R$ 1.550.000,00 para aquisição dos equipamentos necessários e, posteriormente, recursos no valor de R$ R$ 400.000,00 para custeio (manutenção, ou seja, recursos para pagamento de salários dos profissionais e dos insumos e medicamentos utilizados) dos leitos a serem criados.

 

Agora, município e hospital darão encaminhamento aos pedidos e à documentação necessária para a obra e aquisição dos equipamentos, por meio de um sistema específico de solicitações do Ministério, e, paralelamente, ao pedido de habilitação dos leitos.

 

Créditos: Assessoria de Imprensa PML

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %