Equipe do projeto Central de Informações dos Servidores define cronograma de trabalho

0 0
Read Time:1 Minute, 50 Second
-

– – Foto: Divulgação/Sefaz-Tesouro do Estado

O grupo de trabalho que compõe o projeto Central de Informações dos Servidores se reuniu nesta semana para discutir cronograma e etapas iniciais. A iniciativa, realizada no âmbito do Profisco II, se baseia no princípio Once-only principre, um conceito de governo eletrônico que visa a garantir que cidadãos, instituições e empresas tenham que fornecer certas informações padrão às autoridades e administrações apenas uma vez.

O projeto é um desdobramento do App ServidorRS. Nas oficinas de cocriação realizadas com servidores de várias secretarias e instituições do Estado para a definição de novas funcionalidades, os participantes identificaram como uma de suas principais “dores” a necessidade de entregar documentos periódicos, documentos esses que outros órgãos do poder público já possuem.

“Além de a Secretaria da Fazenda honrar os compromissos de permitir o acesso a bases de dados do Estado, o Tesouro vai dar apoio ao projeto até a conclusão. Essas premissas, aliada ao comprometimento com a Lei Geral de Proteção de Dados e outras normas sobre o assunto, compõem as premissas do Central de Informações”, explicou o gerente do projeto, Fernando Wagner Leão Soares, do Tesouro do Estado

“É um grande desafio, mas a expectativa também é alta. O engajamento entre as áreas e comprometimento permite que o trabalho seja iniciado já que a Procergs já começou, por exemplo, o mapeamento de dados. A ideia é gerar valor com entregas palpáveis, partindo de um modelo com estratégias para implementação em dois ou três subsistemas para aprovação do conceito”, acrescentou o consultor individual, Rodrigo da Rosa Righi.

Algumas etapas estão previstas para serem iniciadas ainda em setembro, com a análise de literatura e dos processos diagnósticos e do mapeamento de dados. A finalização do projeto e a implantação total está programada para 2023.

O projeto é uma parceria do Tesouro do Estado com Procuradoria-Geral do Estado, Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia, Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, Procergs e Unisinos. O público-alvo são os servidores públicos do RS e toda a sociedade gaúcha que será beneficiária indireta pela economia de tempo e custo.  

Texto: Ascom Sefaz/Tesouro do Estado

– Leia mais!

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %