Exposição resgata a história da indumentária e de objetos do cotidiano do povo gaúcho

0 0
Read Time:4 Minute, 0 Second
Antônio Carlos Trierweiler executou o Hino Riograndense com violino na abertura da exposição Foto: Rafael Scheeren Grün Antônio Carlos Trierweiler executou o Hino Riograndense com violino na abertura da exposição

Em alusão às comemorações do 20 de setembro, a Casa de Cultura abriu nesta terça-feira (14/09), a exposição “Mês Farroupilha: o modo de vestir e os usos e costumes do gaúcho através dos tempos”. Realizada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (SECEL), pelo Conselho Municipal de Cultura por meio do Setorial do Tradicionalismo Gaúcho e pelo atelier Traço Gaúcho, a exposição permanece no local até o dia 30/09.

Em seu pronunciamento, o titular da Secel, Carlos Reckziegel, agradeceu ao Conselho Municipal de Cultura, por meio do Setorial do Tradicionalismo, bem como ao atelier Traço Gaúcho, pela parceria que viabilizou a exposição. “A Casa de Cultura está aberta para a comunidade conhecer um pouco mais sobre a nossa história como povo gaúcho por meio da indumentária gaúcha aqui exposta”, afirmou o secretário da Secel.

Representando o atelier Traço Gaúcho, Joni Bilhar explicou aspectos da indumentária gaúcha, desde os primórdios, quando eram usados apenas materiais como algodão e couro, sendo as botas, por exemplo, feitas artesanalmente com couro de garrão de potro. “Depois os trajes e indumentária foram sendo aprimorados com tecidos oriundos, principalmente, da Europa”, destacou.

Durante a abertura oficial, o Hino Riograndense foi executado ao som de violino pelo tradicionalista Antônio Carlos Trierweiler, que também explicou sobre o processo artesanal, cuja técnica domina, de feitura do Coxinilho, também denominado Cochonilho. Também conhecido por pelego, o artefato é feito com mechas de lã de ovelha, cabra, lhama ou algodão, atadas em uma tela (pala), que por sua vez é tecida com fios de lã, algodão ou acrílico. Conforme Trierweiler, as mechas de lã da Ovelha Crioula são as mais apropriadas devido ao seu comprimento, forma cônica e estrutura. “O Coxinilho era o pelego dos tropeiros”, disse o tradicionalista. Ele explicou que pelos tropeiros passarem por intempéries, usavam os coxinilhos, pois podem ser molhados pela chuva e lavados inúmeras vezes, sem comprometer a durabilidade. “Após o dia de tropeada, era usado como cama e cobertor”, afirmou.

A exposição

Os visitantes que prestigiarem a exposição poderão realizar uma viagem no tempo com demonstração de indumentárias que marcam a história do tradicionalismo, desde o traje primitivo, farroupilha, estancieiro, charqueador, até o traje atual, além de objetos que fazem parte das atividades cotidianas e festivas do gaúcho. É o que explica a coordenadora da Casa de Cultura, Ana Paula Labres, que também auxiliou na montagem da mostra.

Ela destaca que a exposição é inédita na região, sendo que alguns objetos são oriundos do Museu Bruno Born e outros se conseguiu com o apoio da comunidade e de integrantes do Conselho. “A mostra é muito interessante e instigante. Conhecer a história do povo gaúcho é fundamental para entendermos nossos próprios costumes e também para percebermos a evolução que passamos”, disse Ana.

A exposição integra a programação da 3ª Semana Farroupilha de Lajeado, que será aberta na noite de terça-feira, 14/09, no Parque dos Dick. 

Confira a programação completa da Semana Farroupilha:

14/09 – Terça-feira

20h – Abertura – Chegada da Chama Crioula e homenagem à Patrona Nelsy Cattoi Conte

Apresentação dos alunos das Oficinas de Musicalização da Casa de Cultura

21h – Show de Ênio Medeiros

15/09 – Quarta-feira

17h – Show Farroupilha em Movimento, com Daniel Torres e Borghettinho, que percorrerão as ruas de Lajeado

20h – Show com artistas locais

16/09 – Quinta-feira

20h – Show de Lisando Amaral

17/09 – Sexta-feira

12h – Sacada Cultural – Dupla Kevin e Kauã na Casa de Cultura

19h – Orquestra de Concertos de Lajeado (Oclaje)

21h – Show grupo Batecasco

18/09 – Sábado

16h – Gaiteiro Antônio Lopes de Souza

18h – Apresentação Invernada Adulta – CTG Bento Gonçalves

19h – Oração à Terra

21h – Tornado da Vanera

19/09 – Domingo

17h – Grupo de danças da Aldeia Foxá (participação de Caroline Scariot)

19h – Orquestra Jovem de Lajeado

21h – Lida Bruta

20/09 – Segunda-feira

9h – Cavalgada (saída do Parque Ney Santos Arruda) com recepção no acampamento

17h – Show de Pablo Pereira
18h- Apresentação Farrapas&Tropilhanas – CTG Tropilha Farrapa

19h – Encerramento – Apagar da Chama Crioula, Apresentação de Vinícius Gianezini e Angélica Rosa Bertamoni

21h – Alma Crioula

Atividades paralelas:

Painel Anita Garibaldi

Neste ano, em todo o Rio Grande do Sul, a Semana Farroupilha será dedicada às comemorações pela passagem dos 200 anos do nascimento de Anita Garibaldi. Para aderir às comemorações do Estado, a artista Flávia Pozzobon irá retratar a figura de Anita Garibaldi em um painel, que será instalado no acampamento.

Sacada Cultural

Para integrar a programação, a Casa de Cultura realizará mais uma edição do projeto Sacada Cultural. A dupla Kevin e Kauã, jovens moradores de Pouso Novo, irão se apresentar no dia 17/09, às 12h, nas sacadas da Casa.

Texto e foto: Rafael Grün

Créditos: Assessoria de Imprensa PML

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %