‘Joaquim precisava sair do furacão’, diz Marino Abreu

0 0
Read Time:1 Minute, 24 Second

Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/ Marino Abreu falou da expectativa no comando do Santa Cruz Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/

Em coletiva de imprensa realizada no auditório do Arruda, nesta quinta-feira (21), o novo presidente interino do Santa Cruz, Marino Abreu, falou da expectativa no comando do clube e disse que o foco agora é a “paz”. Provisoriamente, Marino vai comandar o clube por 30 dias.

“Meu trabalho nos 30 dias é dar um pouco de paz ao clube, a gente precisa de paz, mas isso não quer dizer que você não pode divergir de opinião. Paz é tranquilidade para trabalhar, tranquilidade para todo os funcionários do clube trabalhar sem medo. A gente perde muito tempo discutindo politíca e esquece de discutir o clube”. 

Aos 32 anos, ele disse que “não esperava por isso” e lembrou que era o quarto na linha sucessória. Mas com Mário Godoy se afastando do cargo de presidente do conselho deliberativo (Marino era o vice) e com o vice executivo André Frutuoso repetindo o movimento, a “missão” acabou ficando com ele. 

“Meus 30 dias à frente do clube têm como a principal missão, tranquilizar”, disse. “Joaquim precisava sair do olho do furacão”, justificou. Eleito em fevereiro, Joaquim Barbosa se licenciou do cargo de presidente, por um mês, a partir desta quinta-feira.

“Santa Cruz chama a gente atende, não vou correr, estou aqui, estou na politíca do clube dentro do conselho há cinco anos e venho trabalhando internamente pelo clube”, afirmou Marino. “É um trabalho dificíl, não é um fardo leve, mas é um fardo que me dá orgulho. Nunca imaginei nem nos meus melhores sonhos que fosse representar meu clube de coração”, ressaltou. 

– Curta e Compartilhe!

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %