Políticas para a população idosa pautam a 26ª edição do Fórum de Gestão de Pessoas do RS

0 0
Read Time:2 Minute, 15 Second

Com as novas diretrizes para a previdência social, a participação de servidores(as) com 60 anos ou mais será cada vez mais relevante no dia a dia de trabalho no poder público. O aumento gera a necessidade de um novo olhar para essa parcela da população, que nos próximos 30 anos deve representar um em cada quatro brasileiros. As experiências da prefeitura de Belo Horizonte, em Minas Gerais, na implantação de políticas públicas para os(as) idosos(as) foram destacadas na tarde desta quarta-feira (27/10) pela convidada especial do 26º Fórum de Gestão de Pessoas do RS, a servidora da Prefeitura da capital mineira Luciana Maria de Oliveira Mariano.

O encontro virtual, organizado mensalmente pela Subsecretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) com o apoio da Escola de Governo (EGov), contou com a participação de aproximadamente 200 pessoas.

Servidora da Diretoria de Políticas para a Pessoa Idosa da prefeitura de Belo Horizonte, Luciana destacou em sua fala os desafios do envelhecimento populacional, como o desenvolvimento de políticas públicas de atenção integral à pessoa idosa, a criação de serviços e produtos adequados a este público, de ambientes que permitam múltiplas habilidades e a proteção aos direitos humanos. O enfrentamento ao preconceito contra a população idosa, o chamado “idadismo” também foi ressaltado como medida necessária.

“É importante ter essa valorização e a perspectiva de que teremos um número cada vez maior de pessoas e servidores com 60 anos ou mais. Precisamos entender esse processo, valorizar a experiência e a vivência que aquela pessoa traz”, afirmou Luciana.

26º Fórum

O 26ª Fórum, comandado pela diretora de Gestão de Pessoas, Andrea Pasquini, trouxe ainda um retorno sobre as demandas da edição anterior, informações sobre as atividades do Dia do Servidor Público e da Campanha de Solidariedade de Natal. A apresentação do Movimenta RS, projeto que aborda a movimentação dos servidores integrantes do Quadro Geral dos Funcionários Públicos do Estado, do Quadro de Analistas de Projetos e de Políticas Públicas e dos Quadros Especiais da FDRH e FEE, a carta de serviços do IPE Prev e avisos sobre o Plano anual de capacitação da EGov para 2022 completaram a pauta do encontro.

“Esta edição do Fórum contou com a divulgação de um grande projeto para o nosso Estado, o Projeto Movimenta RS, com a participação não só da área de gestão de pessoas do Estado, mas também dos analistas jurídicos do Quadro dos Analistas de Projetos e Políticas Públicas. A movimentação por competência agrega muito valor e qualidade nas entregas, pois viabiliza alinhar a necessidade do local com as competências e habilidades dos nossos servidores”, ressaltou Andrea.

Texto: Vagner Benites, Ascom/SPGG

– Leia Mais!

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %