Prefeitura de Lajeado e Defesa Civil realizam cadastramento de famílias afetadas por inundação do Rio Taquari

0 0
Read Time:1 Minute, 41 Second
Foto: Laura Mallmann

Para qualificar o trabalho das equipes de atendimento às famílias em situações de cheia do Rio Taquari, a Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Civil, realizará o cadastramento de endereços de acordo com a cota de inundação. O mapeamento possibilitará a realização de um cronograma para abordagem das famílias.

Até o momento, as equipes de atendimento da Defesa Civil se direcionavam até os locais que tinham histórico de inundação e iniciavam o processo de orientação e remoção, de acordo com a necessidade.

Após a cheia desta semana, a equipe da Defesa Civil, juntamente com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), iniciou a inclusão da cota de inundação das residências junto ao endereço do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Governo Federal.

Conforme o coordenador da Defesa Civil, Gilmar Queiroz, a ideia surgiu durante o atendimento às famílias na cheia desta semana. Ele explica que a informação será acrescentada ao cadastro já existente.  

– Vamos cadastrar as famílias de acordo com a cota de inundação de cada endereço. Assim, direcionamos nossas equipes para os locais mais necessários. Isso facilitará o apoio às famílias e organizará quais devem ser atendidas por primeiro. O cadastramento já iniciou com as famílias atendidas nesta cheia. A atualização será feita com a SMDS, e o cronograma de atendimento será feito pela nossa equipe – esclarece o coordenador.

O secretário de Segurança Pública de Lajeado, Paulo Locatelli, explica que esse cadastramento auxilia no trabalho de prevenção e atendimento imediato das famílias.

– Esse cadastro vai tornar o nosso trabalho ainda mais eficiente. Tendo um cronograma de atendimento de acordo com o nível do rio, e vamos conseguir trabalhar com antecipação e sers mais proativos com as famílias que mais precisam – resume o secretário.

O cadastramento já iniciou por parte da SMDS e será atualizado continuamente pela equipe. Em caso de dúvidas, a Defesa Civil pode ser contatada pelo telefone (51) 3982-1150.

Texto: Laura Mallmann

Créditos: Assessoria de Imprensa PML

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %